Quênia expulsará corredores

O Quênia decidiu expulsar do país atletas que adotarem outra cidadania. O país tem perdido muitos competidores para outras nações. A Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf) quer determinar carência de 3 anos sem competições para o atleta que mudar de nacionalidade, mas já há países membros do conselho defendendo que o prazo seja de apenas 12 meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.