Queniana bate recorde mundial da meia maratona nos Emirados Árabes Unidos

Peres Jepchirchir supera em três segundos a marca anterior

O Estado de S.Paulo

10 Fevereiro 2017 | 10h40

A queniana Peres Jepchirchir bateu o recorde mundial da meia maratona ao vencer a corrida de Ras al-Khaimah, nos Emirados Árabes Unidos, nesta sexta-feira. Ela superou em três segundos a marca anterior, que pertencia à compatriota Florence Jebet Kiplagat há dois anos.

Jepchirchir, de 23 anos, completou a prova de 21 quilômetros com o tempo de 1h05min06s. Kiplagat registrara 1h05min09s em fevereiro de 2015, em Barcelona, na Espanha. O recorde anterior também era de Kiplagat, com 1h05min12s, também obtido na cidade da Catalunha.

Jepchirchir já vinha exibindo forte ritmo nas últimas competições que disputou. No ano passado, foi campeã mundial da distância. No mesmo ano, cravou o melhor tempo da história numa corrida mista, de 20 quilômetros, com a marca de 1h01min40s. E, para bater o recorde da meia maratona, ela precisou se recuperar de pneumonia, contraída em dezembro.

A também queniana Mary Keitany, dona de três vitórias em Ras al-Khaimah, chegou em segundo lugar, sete segundos depois da nova recordista mundial. E Joyciline Jepkosgei, outra corredora do Quênia, cruzou a linha de chegada em terceiro lugar, com o tempo de 1h06min08s.

O domínio queniano também se estendeu para a prova masculina. Bedan Karoki levou a melhor, com o tempo de 59min10s. O etíope Yigrem Demelash chegou em segundo, e o queniano Augustine Choge foi o terceiro colocado da corrida.

Mais conteúdo sobre:
Atletismo Peres Jepchirchir Atletismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.