Queniana Masai vence 10.000 m e encerra década de domínio etíope

A queniana Linet Masai encerrou neste sábado dez anos de domínio etíope nos 10.000 metros em Mundiais de Atletismo, depois que Meselech Melkamu comemorou cedo demais e foi alcançada na linha de chegada em uma final emocionante em Berlim.

GENE CHERRY, REUTERS

15 de agosto de 2009 | 17h34

Masai, de 19 anos, quarta na última Olimpíada, parecia estar fora da disputa depois de ser ultrapassada por duas etíopes a 300 metros do fim.

Mas Masai manteve a larga passada e superou Melkamu, já com os braços ao ar, a dois metros do fim.

O tempo vitorioso de Masai foi de 30min51s24.

"Não acredito", disse uma entusiasmada Masai a repórteres. "Sou muito grata pela vitória. Não desisti."

Melkamu finalizou um décimo atrás de Masai, com a compatriota Wude Ayalew em terceiro lugar, também apenas um passo atrás.

A queniana Grace Momanyi ficou na quarta posição e a etíope Meseret Defar, campeã mundial dos 5.000 metros, foi quinta, após cair de rendimento no final da prova.

"Estou muito decepcionada por perdermos o ouro", disse Melkamu. "Eu esperava que Meseret vencesse. Não vi a queniana."

Meseret, que liderou grande parte da última volta, disse que a dor lhe tirou a chance da vitória. "Nos últimos 30 metros tive dificuldade de levantar minhas pernas", afirmou.

As etíopes venceram cinco Mundiais seguidos nessa prova, mas perderam sua melhor corredora, a bicampeã mundial Tirunesh Dibaba, que sofreu uma lesão na perna na sexta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
ATLETISMOMUNDIALQUENIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.