Markus Schreiber/AP
Markus Schreiber/AP

Queniano ganha maratona em Berlim

Patrick Makau fechou a prova a pouco mais de um minuto do recorde, com 2h05min8s

REUTERS

26 de setembro de 2010 | 14h10

O atleta queniano Patrick Makau ganhou neste domingo a maratona de Berlim, mas não conseguiu bater o recorde mundial do etíope Haile Gebrselassie, em meio a fortes chuvas durante a prova.

Makau fechou a prova a pouco mais de um minuto do recorde, obtendo o tempo de duas horas, cinco minutos e oito segundos, com seu compatriota Geoffrey Mutai chegando em segundo lugar, dois segundos atrás, e com o etíope Bazu Worku ficando em terceiro. O recorde mundial foi marcado na prova de Berlim, há dois anos.

Na prova feminina, a etíope Aberu Kebede se impôs com uma vantagem de um minuto sobre a compatriota e favorita Bezunesh Bekele, com um tempo de 2:23:58. A japonesa Tomo Morimoto ficou com a terceira posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.