Queniano vence prova masculina da São Silvestre

Os atletas do Quênia confirmaram a hegemonia do país na prova masculina da Corrida de São Silvestre nesta quarta-feira. James Kipsang venceu com o tempo de 44min42s e deu o 11.º título para os quenianos, que agora ultrapassaram os brasileiros, com dez conquistas. Além da primeira posição, o Quênia também dominou o pódio, com Evans Cheruiyot em segundo e Chemwolo Mutai em terceiro. Entre os brasileiros, Franck Caldeira era a maior esperança de bons resultados, já que venceu a prova em 2006. No entanto, o corredor abandou a São Silvestre por volta dos dez quilômetros, sentindo dores abdominais. Marílson dos Santos não pôde participar por contusão, e a festa ficou mesmo para Vanderlei Cordeiro de Lima, que disputou sua última prova como profissional.Na prova que marcou sua aposentadoria, Vanderlei conseguiu completar a São Silvestre longe dos primeiros colocados, mas foi ovacionado pelo público presente na Avenida Paulista. O atleta ficou marcado por ter conquistado o bronze na maratona da Olimpíada de Atenas/2004, mesmo depois de ter sido atrapalhado pelo ex-padre irlandês Cornelius Horan. Além disso, possuiu duas medalhas de ouro em Pan-Americanos.Completando o pódio da Corrida de São Silvestre, Marco Joseph, da Tanzânia, chegou em quarto e o colombiano William Jesus foi o quinto colocado. O brasileiro melhor posicionado na prova masculina foi Raimundo Nonato Souza Aguiar, que chegou em sétimo, com o tempo de 46min05s.Quanto ao vencedor, apesar da conquista inédita, Kipsang já vinha acumulando boas marcas em 2008. Ainda neste ano, o queniano terminou a Maratona de Berlin em segundo e ficou com o quarto lugar na Maratona de Nova York, vencida por Marílson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.