Quenianos prometem vencer em SP

O queniano Paul Yego, principal estrela estrangeira da Maratona Internacional de São Paulo, deu prioridade a esta corrida na temporada. Campeão em 1999 e atual recordista da prova brasileira, com o tempo de 2h15min20, Yego ainda não competiu este ano. "Vim para ganhar", disse o atleta, que terminou na terceira colocação em 2000. A largada será domingo, às 9 horas, na Praça Charles Miller, com chegada no Parque do Ibirapuera.Outro queniano, Erick Kimayo, que é bicampeão da Maratona de Honolulu, vai correr a prova de São Paulo pela primeira vez. Ele voltou a treinar há três meses, depois de uma contusão nas costas. Kimayo, que tem como melhor marca em maratonas o tempo de 2h07min43, passou todo o ano passado sem competir. "Vim porque gosto de correr em lugares diferentes", explicou.A Maratona de São Paulo distribuirá R$ 220 mil em prêmios (R$ 170 mil em dinheiro). Os dois atletas brasileiros mais bem colocados receberão um carro zero-quilômetro. Serão sorteadas entre os participantes cinco passagens para a Maratona de Nova York ou a da Disney. Márcia Narloch, bicampeã e recordista da prova (2h37min20), é o principal destaque do Brasil na disputa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.