Guadalupe Pardo/Reuters
Guadalupe Pardo/Reuters

Rafaela Silva é ouro e judô brasileiro leva mais duas medalhas em Lima

Medalhista olímpica, enfim, sobe no lugar mais alto do pódio nos Jogos Pan-Americanos

Redação, Estadão Conteúdo

09 de agosto de 2019 | 21h02

Prata em 2011 e bronze em 2015, Rafaela Silva conquistou nesta sexta-feira a sua primeira medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos. Em Lima, a brasileira se tornou campeã na categoria até 57kg ao derrotar na final a dominicana Ana Rosa. Já Daniel Cargnin (até 66kg) levou a prata, enquanto Jefferson Santos (até 73kg) ficou com o bronze.

Na sua vitoriosa campanha, Rafaela Silva estreou nas quartas de final com vitória sobre Amelia Fulgentes, dos Estados Unidos. Já nas semifinais, derrotou a cubana Anailys Dorvigny.

"Eu estava me cobrando tinha um tempo. O ouro eu não tinha, não cheguei perto. Então era uma coisa que vinha cutucando na minha cabeça. Jogos Pan-americanos são sempre amarrados, estou muito feliz com meu resultado. Quis vir também como preparação para o Mundial. Sou muito competitiva. Se puder competir todo fim de semana, eu competiria. Difícil falar que foi fácil, mas é resultado do trabalho que venho fazendo no tatame", afirmou a brasileira ao SporTV.

Cargnin, que também abriu a sua participação nas quartas de final, passou pelo mexicano Nabor Castillo. Depois, o triunfo foi sobre o venezuelano Rafael Navarro. Só que na decisão perdeu para o dominicano Wander Mateo.

Jefferson Santos, o Juninho Bomba, estreou em Lima com derrota para o venezuelano Sergio Mattey. Na repescagem, bateu o colombiano Laider Navarro. E derrotou o mexicano Eduardo Araujo na luta pelo bronze.

A disputa do judô no Pan prossegue neste sábado com a participação dos brasileiros Eduardo Yudy Santos (81kg), Alexia Castilhos (63kg) e Ellen Santana (70kg).

Para Entender

Quadro de medalhas do Pan

Confira como está a disputa entre países para saber quem é o maior vencedor dos Jogos Pan-Americanos de Lima

Tudo o que sabemos sobre:
judôJogos Pan-americanosRafael Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.