Rafel Nadal quer aposentar Andre Agassi em Wimbledon

Se Ronaldo, o Fenômeno, quer aposentar Zidane, o espanhol Rafael Nadal quer fazer o mesmo com Andre Agassi, em Wimbledon.Os dois têm encontro marcado para este sábado na quadra central do All England Club e o veterano norte-americano, de 36 anos, já anunciou que se perder diz adeus ao torneio inglês, campeonato que abriu nova era em sua carreira em 1992, quando ganhou seu primeiro - de oito - títulos de Grand Slam. O jogo é válido pela terceira rodada e, embora Nadal seja o número 2 do mundo, não há favoritismo. Afinal, na grama, Nadal não é rei. Sofreu muito mais do que se imaginava para superar o norte-americano Robert Kendrich, apenas o número 237 do ranking. O espanhol esteve seriamente ameaçado, ao perder os dois primeiros sets e venceu, de virada, com parciais de 6/7 (7/4), 3/6, 7/6 (7/2), 7/5 e 6/4. "Tive dificuldades, com certeza. Mas tive também atitude", contou Nadal, que acrescentou: "Vai ser muito bom para mim, jogar com Agassi nessa hora." O veterano norte-americano, que já anunciou sua aposentadoria para setembro, no US Open, passou sem muitos problemas por Andreas Seppi, por 6/4, 7/6 (7/2) e 6/4 e fez elogios ao seu próximo adversário. "O Nadal é um grande competidor, talentoso e com um invejável físico. É a nova cara do tênis. Compare como eu era com 20 anos e veja como é Nadal agora, com esta idade." Já no tênis brasileiro, enfim, uma vitória. André Sá, ao lado do paraguaio Ramon Delgado, ganhou de Mariusz Fyrstenberg e Marcin Matkowski por 2/6, 6/4, 6/3, 4/6 e 6/3.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.