Rali Dacar estuda possibilidade de passar pela Bolívia

Organizadores vão se reunir em breve com Evo Morales

EFE

23 de fevereiro de 2011 | 15h48

SANTIAGO DO CHILE - Os organizadores do Rali Dacar se reunirão nas próximas semanas com o presidente da Bolívia, Evo Morales, para conversar sobre a possível inclusão do país andino na próxima edição do rali.

 

Gregory Murac, responsável pelas relações internacionais da ASSO, entidade que organiza o rali, disse que já enviou um pedido para que os representantes bolivianos "averiguassem o terreno para ver quais são as chances".

 

"Há muitas opções abertas, o Rali gerou muito interesse em todos os governos", declarou Murac."Argentina e Chile são históricos e importantes países para nós, mas também é interessante colocar novos países no traçado, porque assim o Dacar se espalha cada vez mais pela América do Sul", acrescentou o responsável pelas relações internacionais do rali.

 

O diretor da corrida, Etienne Lavigne, manifestou em várias ocasiões sua intenção de ampliar o leque de países do Dacar latino-americano.

 

Por este motivo, nos últimos meses, manteve contato com autoridades do Brasil, Paraguai, Peru e Bolívia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.