Reação heroica leva Colômbia ao Mundial

Uma recuperação incrível no segundo tempo garantiu a Colômbia na Copa de 2014. Após levar três gols do Chile, nos primeiros 29 minutos de jogo, a equipe buscou o empate na etapa final e conseguiu a classificação heroica - o terceiro gol, marcado de pênalti por Falcao Garcia, saiu apenas aos 39 minutos do segundo tempo, para delírio da torcida que lotou o estádio Metropolitano, em Barranquilla.

O Estado de S.Paulo

12 de outubro de 2013 | 02h07

Com o empate, a Colômbia chegou aos 27 pontos, na segunda colocação das Eliminatórias da América do Sul, e não pode ser mais ultrapassada pelo Uruguai, quinto colocado com 22. Já o Chile soma 25 pontos, na quarta posição, e está próximo da vaga.

Irreconhecíveis, os colombianos foram facilmente dominados pelos chilenos no início do jogo. Aos 19 minutos, Valdivia sofreu pênalti e, na cobrança, Vidal bateu abriu o placar.

Três minutos depois, Alexis Sánchez aproveitou cruzamento de Vargas e fez o segundo. Aos 29, Sánchez cabeceou e, no rebote do goleiro, marcou o terceiro do Chile. Na etapa final, o Colômbia reagiu e tomou conta do jogo. Téo Gutiérrez diminuiu aos 24 minutos e Falcao García marcou aos 30 e 39.

Com a derrota de ontem por 1 a 0 para o Equador, o Uruguai passa a ter ameaçada até a sua participação na repescagem.

Concacaf. Honduras derrotou a Costa Rica por 1 a 0, gol de Jerry Bengtson. A classificação da equipe dependia do resultado de México x Panamá, partida realizada após o fechamento desta edição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.