Real Madrid fica no grupo mais forte

Campeão espanhol é favorito para avançar, mas terá pela frente Manchester City, Ajax e Borussia Dortmund

O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2012 | 03h08

Enquanto ainda saboreia o título da Supercopa da Espanha, conquistado quarta-feira após vitória sobre o arquirrival Barcelona, o Real Madrid recebeu ontem a notícia de que está no grupo mais difícil da Copa dos Campeões. Chamar a chave D de "grupo da morte" é exagero porque o Real é favoritíssimo para terminar na liderança, mas é certo que o time merengue não terá vida fácil já que os outros três integrantes também possuem equipes fortes: Manchester City, Ajax e Borussia Dortmund.

O Grupo D é, de longe, o mais forte do torneio. Real, Ajax e Borussia Dortmund somam 14 taças. Somente o City ainda não conquistou a competição, mas possui um time recheado de bons jogadores, como Tevez, Agüero e Balotelli.

"Estamos no grupo mais difícil e competitivo, mas somos os campeões espanhóis e estamos preparados para competir com qualquer equipe", disse o atacante Cristiano Ronaldo, que acompanhou o sorteio em Mônaco.

Após o sorteio, a Uefa anunciou o melhor jogador da Europa na temporada 2011/2012.

Iniesta superou os favoritos Cristiano Ronaldo e Messi. Ele recebeu 19 votos, enquanto o português e o argentino ficaram com 17. "Agradeço aos meus companheiros de Barcelona e de seleção. Sem eles um prêmio individual não teria sentido", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.