Rebeca Gusmão vai treinar no EUA

Rebeca Gusmão vai engrossar o grupo de nadadores brasileiros que estão trocando o Brasil pelos Estados Unidos. "Estou bastante ansiosa", disse a nadadora, que embarca nesta segunda-feira para o exterior. Nos próximos seis meses, ela vai ficar em Coral Springs, na Flórida, treinando junto com outros representantes do País em competições internacionais - Nayara Ribeiro, Laura Azevedo e Thiago Pereira. Depois, pretende seguir para a Georgia, onde deverá se estabelecer."O que pesou na minha decisão foi uma certa falta de estrutura do Brasil, que não tem um esquema que nos permita estudar e treinar, como nos Estados Unidos", explicou Rebeca, que na Georgia pretende estudar administração ou economia. Mas a atleta não pretende dizer adeus definitivo. "Devo voltar ao Brasil para participar de competições importantes como o Troféu Brasil e o José Finckel, além de participar dos mundiais."Rebeca, que terá a fase de adaptação bancada por seu patrocinador, a Brasil Telecom, revelou que pretende aproveitar a temporada para se aperfeiçoar nas provas dos 50 e 100 metros, livre.Copa do Mundo - Na etapa de Berlim, Alemanha, da competição em piscina curta (25 metros), o melhor brasileiro foi Guilherme Roth. O nadador ficou em 7º lugar na prova dos 50 metros livre, com o tempo de 22s38. O vencedor foi o sul-africano Roland Schoeman, com 21s45.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.