Kim Hyun-tae/Reuters
Kim Hyun-tae/Reuters

Recordes mundiais serão premiados com US$ 100 mil no Mundial de Daegu

Competição sul-coreana será entre os dias 27 de agosto a 4 de setembro

17 de agosto de 2011 | 13h07

MADRI - Os recordes mundiais conquistados no Mundial de Atletismo de Daegu, na Coreia do Sul (entre os dias 27 de agosto e 4 de setembro) serão retribuídos com um prêmio de US$ 100 mil (R$ 158,3 mil).

O jamaicano Usain Bolt, que no Mundial de Berlim 2009 conquistou os títulos dos 100 e 200 metros com recordes mundiais incluídos, ganharia US$ 320 mil (R$ 506 mil) pela mesma façanha em Daegu: US$ 60 mil (R$ 95 mil) por cada vitória individual e US$ 100 mil (R$ 159 mil) por cada recorde.

Em cada prova individual, os oito melhores receberão os seguintes prêmios: US$ 60 mil (R$ 95 mil) para o vencedor, US$ 30 mil (R$ 47,5 mil) para o segundo, US$ 20 mil (R$ 31,6 mil) para o terceiro, US$ 15 mil (R$ 23,7 mil) para o quarto, US$ 10 mil (R$ 15,8 mil ) para o quinto, US$ 6 mil (R$ 9,5 mil) para o sexto, US$ 5 mil (R$ 7,9 mil) para o sétimo e US$ 4 mil (R$ 6,3 mil) para o oitavo.

Nos revezamentos, a equipe vencedora receberá US$ 80 mil (126 mil), o segundo US$ 40 mil (R$ 63 mil), o terceiro US$ 20 mil (31,6 mil), o quarto US$ 16 mil (R$ 25,3 mil), o quinto US$ 12 mil (R$ 19 mil), o sexto US$ 8 mil (R$ 12,6 mil), o sétimo US$ 6 mil (R$ 9,5 mil) e o oitavo US$ 4 mil (R$ 6,3 mil).

Tudo o que sabemos sobre:
atletismorecorde mundialUsain Bolt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.