Ales Silva/AE
Ales Silva/AE

Recuperação de Adriano leva 5 meses

Atacante sofreu ruptura total do tendão de Aquiles da perna esquerda, no dia 19 de abril

Alessandro Lucchetti, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2011 | 03h05

SÃO PAULO - O Corinthians anunciou a contratação do atacante Adriano no dia 27 de março. Na época, ele se recuperava de uma lesão no ombro, sofrida quando ainda defendia a Roma. O quadro, embora complicado, não era tão desanimador. Como o Imperador não atuava desde 19 de janeiro, estava acima do peso. Ele teria, então, dois meses para entrar em forma.

Tinha até data para estrear: primeira rodada do Campeonato Brasileiro, dia 22 de maio, contra o Grêmio, em Porto Alegre. O problema é que, nesse processo para recuperar a forma física, Adriano, num treino no CT, sofreu ruptura total do tendão de Aquiles da perna esquerda, no dia 19 de abril.

Ele foi operado no dia seguinte pelo médico Joaquim Grava, que estipulou prazo de recuperação do atleta: cinco meses. De lá para cá, o atacante ganhou ainda mais peso, ultrapassando a barreira dos 100 quilos e passou a maior parte do tempo na sala de fisioterapia do CT, com o intuito de cicatrizar a lesão no ligamento.

Depois dessa fase começou a caminhar e a correr no gramado, mas só nesta semana é que ele fez seu primeiro treino coletivo com os outros jogadores. Ele vai estrear no próximo domingo, dia 9, ainda acima do peso. E a comissão médica diz que Adriano vai perder mais alguns quilos - até atingir algo em torno de 95kg - com o decorrer dos jogos e com o aumento da intensidade dos treinos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansAdriano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.