Divulgação
Divulgação

Recuperação de Lais Souza é tema de audiência pública em Brasília

Iniciativa partiu da deputada Mara Gabrilli, que é tetraplégica e recentemente visitou a atleta em Miami

O Estado de S. Paulo

27 de maio de 2014 | 13h46

SÃO PAULO - A recuperação da atleta Lais Souza será abordada pela Comissão de Esporte da Câmara dos Deputados. Nesta quarta-feira, uma audiência pública irá analisar o apoio que será oferecido daqui para frente à ex-ginasta.

A atleta brasileira se recupera de um acidente sofrido em janeiro deste ano, quando esquiava em Salt Lake City (EUA), treinando para os Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi, na Rússia. No acidente, Lais sofreu uma lesão medular e perdeu os movimentos do pescoço para baixo.

Alvo de críticas, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) afirmou que o seguro de vida ou invalidez contratado por eles e pela Confederação Brasileira de Desportos na Neve, só cobria acidentes ocorridos durante as competições, e não durante o treinamento.

A lei brasileira exclui, por exemplo, atletas que são patrocinados, mas não possuem carteira assinada, além de não garantir cobertura quando estes estão em treinamento - apenas atletas profissionais, com registro em carteira, têm cobertura integral de seguro de vida.

A iniciativa da audiência pública partiu da deputada Mara Gabrilli, que é tetraplégica e recentemente visitou a atleta Lais Souza no Jackson Memorial Hospital, em Miami. Para ela, o caso de Laís deve chamar atenção para uma reforma na legislação vigente.

"Quero propor mudanças na Lei que garantam seguro de vida para atletas profissionais e não profissionais e que ampare essas pessoas não só em competições em seu país, mas também em disputas internacionais, inclusive quando estão em treinamento", disse.

O encontro também contará com a presença de representantes do Ministério do Esporte, membros do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), da Confederação Brasileira de Desportos na Neve e do Comitê Paraolímpico Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Lais de SouzaacidenteSochiesqui

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.