Recuperação tricolor, crise corintiana e estreias internacionais: saiba como foi o fim de semana esportivo

Ainda: queda do Brasil na Davis , Massa e Mayweather

O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2013 | 08h00

SÃO PAULO - O fim de semana foi bom para o torcedor do São Paulo. Na segunda partida sob o comando de Muricy Ramalho, a equipe tricolor

FUTEBOL INTERNACIONAL

A Europa teve um final de semana de estreias em diferentes campeonatos do continente. Enquanto Gareth Bale, o jogador mais caro do mundo, estreou com gol no empate em 2 a 2 do Real Madrid contra Villarreal, o brasileiro Kaká teve atuação discreta no empate do Milan contra o Torino pelo mesmo placar. Em sua primeira partida pelo Arsenal, o alemão Ozil teve ótima atuação na vitória de seu time por 3 a 1 sobre Sunderland. Mas apesar da perda do meia, o torcedor madrileno pode ao menos comemorar a permanência de Cristiano Ronaldo. O Português renovou o contrato por cinco temporadas com o Real, permanecendo no clube merengue ao menos até 2018.

BOXE

Em uma de suas melhores lutas na carreira, o norte-americano Floyd Mayweather venceu por decisão dos juízes o mexicano Saul Canelo Alvarez e conquistou o título dos médios-ligeiros do Conselho Mundial de Boxe (CMB). Apesar do apoio dos torcedores mexicanos ao rival no ringue do Hotel MGM, em Las Vegas, Mayweather  dominou a luta em praticamente todos os rounds e saiu vitorioso.

F-1

Com o Brasil perto de ficar sem um piloto na principal categoraria do automobilismo mundial pela primeira vez desde 1970, Felipe Massa, que não ficará na Ferrari na próxima temporada, afirmou que não ajudará o companheiro Fernando Alonso a tentar conquistar o títutlo em 2013. Em entrevista para a "TV Globo", o piloto disse que "vai para cima" caso ver o espanhol pela frente na pista. Ele ainda contou que pode ser piloto da Lotus ou da McLaren em 2014, mantendo a tradição brasileira na F-1.

TÊNIS

Na Copa Davis, o Brasil perdeu da Alemanha por 4 a 1 e vai disputar o Zonal Americano em 2014. O ponto solitário da equipe brasileira foi marcado pelos duplistas Marcelo Melo e Bruno Soares. No Grupo Mundial, República Checa e Sérvia confirmaram o favoritismo diante de Argentina e Canadá e estão na final da competição. Os checos são os atuais campeões da Copa Davis, enquanto os sérvios faturaram o caneco em 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.