Red Sox contrata arremessador japonês por R$ 110 milhões

O Boston Red Sox, time de beisebol que disputa a Major League Baseball (MLB), nos Estados Unidos, conseguiu nesta quinta-feira fechar a contratação do pitcher (arremessador) japonês Daisuke Matsuzaka, por US$ 52 milhões (110 milhões de reais), considerado uma das grandes revelações do esporte nos últimos anos (eleito o melhor jogador da temporada em seu país) e considerado autor de uma jogada de alto grau de dificuldade.Com 26 anos de idade, o arremessador japonês consegue realizar o gyroball. Neste tipo de lance, a bola gira lateralmente graças ao movimento com o pulso na hora de soltar a bola, chegando ao rebatedor com uma curva acentuada, o que dificulta muito a batida na bola. Matsuzaka não admite que já utilizou esta jogada nas partidas, diz que só a realizou em alguns treinos. Estudiosos já tentaram mostrar a jogada, mas ainda não conseguiram, mesmo com câmeras lentas de alta resolução instaladas no campo. O lance foi criado em computador por dois cientistas japoneses há anos e somente Matsuzaka seria capaz de realizá-la (em jogos da liga japonesa, foi registrada a velocidade de 150 quilômetros por hora em seus arremessos).Ele jogava no Seibu Lions, do Japão, desde 1999. Para acertar com o Red Sox, Matsuzaka receberá, por 6 anos de contrato (2007-2012), cerca de 94 milhões de reais de salários (incluído um bônus na assinatura do acordo de 4,3 milhões de reais). A negociação, bastante complicada, se arrastou por mais de dois meses e teve muitas polêmicas envolvidas, com o time de Boston chegando a oferecer dinheiro só para ter o direito de negociar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.