Regalias para Ronaldo no Corinthians

Ronaldo não pediu, mas vai ter tratamento vip no Corinthians. O presidente Andrés Sanchez deu a ordem: é para oferecer ao novo craque do time as regalias e o luxo que uma estrela merece. O camisa 9 não precisará defender a equipe em todos os jogos, ficará em aconchegante apartamento no Tatuapé (Jardim Anália Franco) e deve "ganhar", no meio do ano, um moderno Centro de Treinamento, no Parque Ecológico.Ronaldo chega amanhã ao clube. Assina contrato e, às 11 horas, com direito à tradicional sirene, será apresentado no anfiteatro. Uma chegada de helicóptero está prevista, apesar da recusa do jogador. Vestirá a camisa, dará a primeira entrevista e, depois, se encontrará com multidão de torcedores que estará nas arquibancadas da Fazendinha. A Gaviões da Fiel, principal torcida organizada, convocou todos os integrantes. O torcedor terá de trocar um quilo de alimento por um ingresso a partir de hoje, no portão 2 - apenas 6 mil poderão entrar. "A PM limitou esse número, para evitar confusão", disse Waldyr Dutra, chefe de segurança."Ele vai jogar no maior clube do mundo", exagera o presidente Andrés Sanchez. "E vai ter regalias. Não precisará atuar em todos os jogos", afirma o dirigente, que recebeu o aval dos aliados para a contratação. A diretoria não acredita que o tratamento ao atacante vá causar inveja no restante do grupo. Os companheiros disseram estar animados com sua chegada. Ronaldo, afinal, não é mais apenas um jogador, mas uma marca, uma celebridade.O Fenômeno ficará, enquanto atuar pelo clube, num apartamento do nível que hospedou Carlitos Tevez. O argentino, em 2005, ocupou uma cobertura de 500 metros quadrados, com aluguel mensal de R$ 15 mil, no Jardim Anália Franco. Tudo bancado pelo clube.Os primeiros trabalhos com bola devem ficar para a pré-temporada, a partir de 3 de janeiro, em Itu. O Corinthians promete se modernizar por Ronaldo. "Ele vai treinar no meio do ano num dos melhores gramados do País. Vai ter todas as condições de trabalho, uma estrutura maravilhosa", assegura Jorge Alberto Aun, diretor de patrimônio do Corinthians. O dirigente diz que agora o projeto de modernização do CT do Parque Ecológico, onde há apenas três campos, sem vestiários, vai sair do papel. A segurança também ganhará peso. Em média, cinco homens cuidam do elenco nos treinos. Esse número deve aumentar. "Estamos dimensinando o efetivo, mas vai aumentar nos treinos e também nos jogos. Agora, com a chegada de uma estrela internacional, todos vão querer se aproximar dos vestiários, ônibus..."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.