Regata de volta ao mundo chega ao litoral brasileiro

A liderança da quinta etapa permanece com o barco sueco Ericsson 3, time de Torben Grael é o segundo

AE, Agencia Estado

23 de março de 2009 | 10h54

Os barcos da Volvo Ocean Race, a regata de volta ao mundo, já navegam próximo ao litoral brasileiro. A flotilha deixou a cidade de Qingdao, no nordeste chinês, há 37 dias, tendo percorrido mais de 11.700 milhas náuticas (21.670 quilômetros) de um total de 12.300 até o Rio de Janeiro.

A liderança da quinta etapa da prova permanece com o barco sueco Ericsson 3, que vem sofrendo para se aproximar da chegada por causa dos ventos fracos em uma região de alta pressão entre o Brasil e o Uruguai. A embarcação chegou a atingir na madrugada desta segunda-feira a velocidade mais baixa desde o início da etapa, em 14 de fevereiro, com 0,5 nós (0,93 km/h).

O barco Ericsson 4, comandado pelo brasileiro Torben Grael, segue na segunda posição, com 78 milhas náuticas de desvantagem para o líder. O Puma Ocean Race é o terceiro, 153 milhas náuticas atrás do Ericsson 3.

Agora, a flotilha navega com ventos de 6 a 12 nós, apresentando pouco avanço nas últimas 24 horas. O único barco que conseguiu percorrer mais de 200 milhas náuticas foi o Telefónica Blue, que o ocupa a última colocação da prova, a 584 milhas náuticas do líder, navegando ainda próximo ao litoral argentino.

Classificação da quinta etapa da Volvo Ocean Race, às 10 horas e 30 minutos (de Brasília):

1. Ericsson 3 - a 590 milhas náuticas da chegada

2. Ericsson 4 - a 72 milhas náuticas do líder

3. Puma - a 135 milhas náuticas

4. Green Dragon - a 409 milhas náuticas

5. Telefónica Blue - a 584 milhas náuticas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.