Reinaldo já viveu drama das drogas e aponta soluções

O ex-centroavante do Atlético-MG e da seleção brasileira, Reinaldo, que na década de 1990 confessou ser viciado em cocaína, comentou o drama de Casagrande. "Infelizmente, caiu na armadilha e a gente fica triste", disse. "A droga está banalizada. Isso é um caso de saúde. E agora sou surpreendido com o meu amigo Casagrande, com quem joguei na seleção." Reinaldo chegou a ser condenado, em 1997, a quatro anos de prisão por envolvimento no tráfico de cocaína. O ex-atleta confessou o vício, mas negou envolvimento com o tráfico. Ele recorreu e acabou absolvido. Para Reinaldo, não resta outra saída a Casagrande a não ser enfrentar o duro processo de desintoxicação, algo que já viveu. "É muito difícil, mas o caminho é esse. Acho que a droga tem solução sim", ressaltou. "Mudar os valores, viajar, baixar a bola, ficar quietinho", ensinou.

Eduardo Kattah, O Estadao de S.Paulo

29 de março de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.