Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Reinício de etapa de surfe é adiado de novo em Portugal

Expectativa é que o início da segunda fase, com a repescagem entre os perdedores das baterias iniciais, deve ocorrer neste domingo

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

18 de outubro de 2014 | 09h29

A chuva e o vento diminuíram em Peniche - a cidade portuguesa até amanheceu com sol -, mas mais uma vez o reinício da etapa portuguesa do Circuito Mundial de Surfe foi adiado. É a quarta vez seguida que não tem competição e por isso os atletas estão procurando outras praias para treinar.

O evento é realizado na praia de Supertubos e, como o próprio nome diz, o local é perfeito para ondas tubulares, mas para que essa formação ocorra de maneira satisfatória é necessário uma direção adequada de vento, o que não vem ocorrendo. Mas segundo as previsões, isso vai mudar a partir deste domingo.

A expectativa é que no próprio domingo haja uma chamada para os atletas logo cedo, para início da segunda fase, com a repescagem entre os perdedores das baterias iniciais. É bem provável que parte da terceira fase também seja feita no mesmo dia, para que na segunda e terça-feira o evento termine com as fases mais decisivas.

Vale lembrar que a organização tem até o dia 23, quinta-feira, para terminar a competição. Gabriel Medina lidera o Circuito Mundial e necessita de uma vitória na etapa para ser campeão mundial antecipadamente. Caso não chegue até a final, dependerá de tropeços de alguns adversários, como Kelly Slater e Mick Fanning.

Tudo o que sabemos sobre:
surfeCircuito Mundial de Surfe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.