Rolando de Freitas/ Agência Estado
Rolando de Freitas/ Agência Estado

Relembre grandes shows de rock internacional que balançaram estádios de futebol de São Paulo

Morumbi e Allianz Parque dividem a maioria dos shows atualmente

Marcos Antomil, especial para O Estadão

13 de julho de 2021 | 12h15

Em 13 de julho é celebrado o dia mundial do rock. O estilo musical agrega milhões de fãs espalhados por todo o planeta. No Brasil, não é diferente, e cada evento com apresentações de ídolos da música reúne milhares de pessoas. Muitas vezes, falta espaço para receber tanta gente. Assim, o palco ideal para receber as estrelas são os estádios de futebol.

Em São Paulo, ao longo de muitos anos, o estádio do Morumbi foi o escolhido para abrigar shows de bandas de rock internacional. Detalhes de apresentações épicas são lembradas até hoje por quem esteve presente e até por quem ouviu relatos das apresentações. Com a inauguração do Allianz Parque no fim de 2014, muitos shows passaram a ser levados para lá. A localização e acústica favorecem a arena do Palmeiras.

A pandemia do novo coronavírus impede que shows dessas proporções possam ser realizados com público no Brasil. Ainda com altas taxas de contaminação e números elevados de mortes pela covid-19, eventos precisaram ser adiados e dificultam inclusive na contabilidade dos estádios, que sobrevivem das arrecadações das bilheterias de shows e jogos de futebol, que seguem impedidos de receber torcedores na capital paulista.

Relembre shows realizados em estádios paulistas

Estádio do São Paulo, o Morumbi está guardado na memória de fãs da banda Queen. O grupo comandado por Freddie Mercury se apresentou na capital paulista nos dias 20 e 21 de março de 1981. Sucessos como Bohemian Rapsody, We Are the Champions, Somebody to Love e Love of  My Life tomaram conta das arquibancadas. Cerca de 80 mil pessoas compareceram ao Morumbi naquelas datas.

Em 2016, os Rolling Stones voltaram a se apresentar em São Paulo após longos anos. Somados os dias de apresentação, mais de 135 mil pessoas estiveram presentes e tiveram o privilégio de acompanhar os sucessos de Mick Jagger, que arriscou até algumas frases em português. A banda irlandesa U2 também tem preferência pelo estádio do Morumbi. Passou por lá em 1998, 2006, 2011 e 2017. No primeiro dos espetáculos, quase 100 mil pessoas estiveram presentes.

A banda Metallica já esteve por aqui algumas vezes e planejava para 2020 seu retorno ao Brasil. A pandemia, porém, impediu a realização dos shows que foram adiados e deve acontecer no fim de 2021. Em 2016, Ozzy Osbourne comandou o show de despedida da banda Black Sabbath no Morumbi e, mesmo sob chuva, não deixou os fãs arrependidos.

O Allianz Parque recebe shows e concertos desde 2014 quando foi inaugurado. A casa do Palmeiras recebe espetáculos e concertos nacionais e internacionais, e o rock, obviamente, não poderia ficar fora. Ídolo dos Beatles, Paul McCartney esteve no estádio em 2014, 2017, 2019 e voltará a cantar seus sucessos em novembro de 2021. 

Axl Rose, Slash e Duff McKagan trouxeram o Guns N' Roses para o estádio palmeirense em 2016 e 2017, com apresentações incônicas e que relembraram os grandes momentos da banda norte-americana. Led Zeppelin fez seu último concerto em São Paulo em 2019. Bon Jovi voltou à capital paulista em 2019 antes de suas apresentações no Rock In Rio e sua apresentação no próximo mês de setembro servirá de evento-teste para a volta de público aos shows em São Paulo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.