Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Renato confirma Arthur como titular do Grêmio diante do Avenida

Volante se recuperou recentemente de uma grave lesão no tornozelo sofrida ainda na decisão da Libertadores

Estadão Conteúdo

23 de março de 2018 | 19h42

O técnico Renato Gaúcho não quis saber de mistério desta vez e tratou de confirmar a presença de Arthur entre os titulares do Grêmio. O volante estará em campo no confronto de ida contra o Avenida na semifinal do Campeonato Gaúcho, domingo, em Santa Cruz do Sul.

+ Confira a tabela do Campeonato Gaúcho

Arthur se recuperou recentemente de uma grave lesão no tornozelo sofrida ainda na decisão da Libertadores. Desde então, entrou no segundo tempo de algumas partidas do Grêmio, mas ainda não havia sido titular, graças também ao bom momento vivido pela dupla formada por Jaílson e Maicon.

Com o afastamento de Maicon por problema físico, no entanto, apareceu a chance para Arthur voltar a ser titular. Diante do Inter, na última quarta-feira, Renato surpreendeu e optou por Cícero na posição. Desta vez, porém, confirmou um dos destaques gremistas em 2017 entre os 11.

"Serão Arthur, Bressan e mais nove", limitou-se a informar o técnico tricolor. Assim, ele também confirmou a manutenção de Bressan na vaga de Pedro Geromel, que está com a seleção brasileira, apesar da atuação criticada na derrota para o Inter.

A tendência, então, é que o Grêmio entre em campo com: Marcelo Grohe; Léo Moura, Bressan, Kannemann e Cortez; Jaílson, Arthur, Ramiro, Luan e Everton; Jael. Com bem mais tradição e em boa fase, a equipe é favorita contra o Avenida, mas Renato tentou se livrar deste rótulo.

"O favoritismo de uma equipe deve ser colocado dentro das quatro linhas. Nosso objetivo é passar pelo Avenida, temos que fazer nossa parte. O favoritsmo que se coloca no Grêmio é algo que parte da imprensa", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioRenato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.