Renato reclama de desfalques do Fluminense

O técnico do Fluminense, Renato Gaúcho, disse que o torcedor do Fluminense tem de ter paciência e esquecer dos "bons tempos" da Libertadores. "Perdi mais de 50% daquele time. Temos de repor as perdas ocorridas para reagir rapidamente", afirmou o treinador, depois da derrota por 3 a 1 para o Cruzeiro, no sábado, no Maracanã.Do time finalista da competição sul-americana, não atuaram no sábado o goleiro Fernando Henrique, contundido, meia Conca, suspenso, o zagueiro Thiago Silva e o meia Thiago Neves, que estão na seleção olímpica, além do lateral-direito Gabriel e do meia Cícero, que já foram negociados com o futebol europeu. "A gente precisa de reforços para ontem. A diretoria já sabe disso e está trabalhando para resolver essa questão", disse Renato.O zagueiro Luiz Alberto preferiu reclamar do árbitro Wilson Luiz Seneme, que o expulsou por agressão ao meia cruzeirense Wagner. "Não sou doido de agredir um companheiro de profissão. Tentei me antecipar ao Wagner, ele caiu e o árbitro que não viu a jogada me expulsou", justificou o zagueiro, que não enfrenta a Portuguesa na quarta-feira, no Canindé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.