Renault

Os testes de Jerez de la Frontera, entre os dias 1.º e 4, encheram Fernando Alonso de ânimo. Nelsinho Piquet teve vários problemas e não pôde avaliar melhor o modelo R29. Mas bastou a equipe francesa ir a Barcelona para o campeão do mundo de 2005 e 2006 cair na realidade: "Estamos mais bem preparados para começar o Mundial do que em 2008, mas não temos ainda o ritmo de Ferrari, Toyota, BMW e Brawn."Nelsinho Piquet destacou que, entre o último treino em Jerez, no dia 18, e o primeiro treino livre do GP da Austrália, abertura do Mundial, a Renault vai incorporar ao R29 novos componentes aerodinâmicos. Alonso e Nelsinho compreenderam que o elevado desgaste dos pneus traseiros, neste ano, tem afetado seu carro talvez um pouco mais que os dos concorrentes imediatos.A redução de orçamento é um fator que pode atrapalhar a Renault. Em 2008, o carro começou o ano pior do que o R29, mas os técnicos realizaram notável trabalho e Alonso ganhou duas corridas. Agora pode ser mais difícil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.