José Patrício/AE
José Patrício/AE

Renovação do Palmeiras com Felipão não vai ser fácil

Treinador não está convencido de que o Palmeiras terá um time forte para disputar a Libertadores de 2013

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

28 de agosto de 2012 | 03h06

SÃO PAULO - O presidente Arnaldo Tirone trata a renovação do contrato de Luiz Felipe Scolari como prioridade para 2013. O problema, porém, é que não está fácil convencer o treinador a ficar. Pelo menos por enquanto, a intenção de Felipão é deixar o Palmeiras no final do ano.

O Estado apurou que, embora a diretoria alviverde demonstre otimismo e acredite na permanência do treinador, Felipão está decidido a deixar o clube por acreditar que não conseguirá ter a estrutura necessária para disputar a Libertadores.

Tirone sabe da vontade do técnico, mas não desiste. "A intenção é reforçar a equipe para o ano que vem e estamos dispostos a fazer o máximo por isso. Garanto ao Felipão que teremos dois grandes jogadores por posição", disse o dirigente.

Mas o técnico não acredita que terá um elenco com peças tão boas assim. Tirone prometeu a contratação de quatro ou cinco reforços de peso, um investimento acima de R$ 20 milhões. Na quarta-feira passada, Felipão conversou com Tirone, em uma caminhada na praia de Copacabana, no Rio, e explicou ao presidente que o problema não se limita apenas à qualidade do time.

O treinador também espera mudanças nos bastidores do clube. Além de se irritar com o vazamento de informações, ele pede para que Tirone afaste algumas pessoas ligadas à diretoria que atrapalham o seu trabalho. Até o momento não foi discutido sobre tempo de um novo contrato nem salários. E Felipão descarta que, em caso de novo acordo, exista uma cláusula que o libere para a seleção brasileira. Tirone quer que a multa seja mantida.

A vontade real do comandante alviverde é dirigir uma seleção na Copa de 2014 e começar o trabalho já no início de 2013. Felipão recebeu algumas sondagens no início do ano, mas ainda não teve nenhuma proposta oficial. Ele acredita que até o final da temporada alguma seleção europeia de peso vá lhe procurar. 

NOVO REFORÇO

O Palmeiras acerta os últimos detalhes para anunciar a contratação do meia Tiago Real, que pertence ao Coritiba, mas está emprestado ao Joinville. O jogador de 23 anos atua hoje contra o Atlético-PR e deve chegar amanhã em São Paulo para realizar exames médicos e acertar os últimos detalhes. O Palmeiras vai comprar 50% de seus direitos federativos e o contrato será de quatro anos.

O interesse em Tiago começou no início de agosto, quando o gerente César Sampaio foi para Joinville atrás do lateral-direito Eduardo. Dois jogadores passam por testes na Academia: o lateral-esquerdo Correia, de 21 anos, que pertence ao Paulista, e o zagueiro André Ricardo, 23, da Portuguesa do Rio.

ANIVERSÁRIO

Nesta segunda, com o tradicional banquete, no Espaço das Américas, o Palmeiras celebrou os 98 anos de sua fundação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.