Retorno do goleiro uruguaio Martin Silva motiva o Vasco

O torcedor do Vasco está cheio de otimismo para o jogo contra o Paysandu, neste sábado, às 16h30, no estádio de São Januário, no Rio. Além de começar a 10.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro como líder isolado, o time conta com o retorno do goleiro Martin Silva, que estava na seleção uruguaia para a disputa da Copa América Centenário.

Thiago Rabelo, especial para O Estado, Estadão Conteúdo

18 de junho de 2016 | 07h45

No período sem o uruguaio, o Vasco teve bom rendimento e se manteve em primeiro, com 22 pontos, enquanto que o Paysandu luta contra o rebaixamento, com apenas nove pontos.

Nos sete jogos sem Martin Silva, o titular foi Jordi. Apesar de ter falhado no jogo em que o time perdeu a sequência invicta de 34 partidas contra o Atlético Goianiense, o prata da casa teve bom rendimento e ganhou de presente a inclusão na pré-lista para defender a seleção brasileira nas Olimpíadas, anúncio feito pelo auxiliar técnico Zinho, que também confirmou a presença do zagueiro Luan.

Outra boa notícia para o técnico Jorginho é Fellype Gabriel. Contratado há um mês, o jogador ficou fora das partidas para se recondicionar e fica no banco de reservas pela primeira vez. Dono de um histórico de lesões, o meia passou por um tratamento no clube, que acredita ter capacidade para minimizar o problema.

Para formar a equipe, Jorginho tem apenas uma dúvida. Com dores musculares, o centroavante Leandrão foi poupado do treinamento e será reavaliado no dia da partida. Caso não seja aprovado, Thalles voltará ao time titular, já que a diretoria ainda não conseguiu contratar outro jogador para a posição.

De ânimo novo após vencer o Avaí, o Paysandu deve repetir a mesma equipe da última terça-feira. O jogo marcou a estreia do técnico Gilmar Dal Pozzo, contratado para o lugar de Dado Cavalcanti, demitido após derrota para o Náutico. Existia a expectativa do retorno do centroavante Betinho, mas o jogador não foi relacionado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.