Chris Pizzello/Reuters - 12/1/2006
Chris Pizzello/Reuters - 12/1/2006

Revelação de Sugar Ray Leonard causa polêmica no mundo do boxe

Ex-campeão mundial divulgou que sofrera abuso sexual de um treinador há 40 anos

, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2011 | 00h00

As declarações do ex-boxeador Sugar Ray Leonard de que sofrera abuso sexual de um treinador há 40 anos causaram polêmica no mundo do boxe. Para muitos amantes da nobre arte, que se utilizaram de blogs para externar suas opiniões, o ex-campeão mundial em cinco categorias (meio-médios, médios-ligeiros, médios, supermédios e meio-pesados) só estaria atrás de holofotes, pois abandonou a carreira em 1997. Logo após pendurar as luvas, Leonard afirmou que era muito difícil entrar em um ginásio e não ser mais o protagonista do evento.

De lá para cá, Sugar, um dos maiores nomes da história do boxe em todos os tempos, participou de reality shows, do programa Dança dos Famosos, que faz sucesso em todo o mundo, além de integrar equipes de televisão como comentarista em noitadas de boxe nos Estados Unidos.

Já alguns sites consideraram importante a atitude de um ídolo como Sugar, que travou duelos épicos com Thomas Hearns, Roberto Durán e Marvin Hagler na década de 80. Consideraram que as declarações do ex-campeão mundial podem fazer com que outros se inspirem a ter o mesmo gesto e desta forma ajudar a diminuir o número de casos semelhantes. Segundo levantamento feito nos Estados Unidos, de cada quatro meninas, uma sofre abuso sexual. Entre os meninos, a proporção é de um a cada seis.

Os principais sites de boxe dos Estados Unidos não divulgaram a informação, que faz parte da autobiografia do pugilista The Big Fight: My Life In and Out the Ring. Na reportagem do jornal New York Times Sugar afirma que um importante técnico da equipe olímpica de boxe dos EUA, da qual ele fazia parte, teria abusado sexualmente dele. Antes, o mesmo treinador, teria sugerido que Sugar, então com 15 anos, e um colega tomassem banho juntos enquanto ele observava.

Sugar seguiu no time dos Estados Unidos e disputou a Olimpíada de 1976, no Canadá, onde conquistou a medalha de ouro. Seguiu vitorioso no profissionalismo e para muitos só não foi melhor ainda por causa de um problema na retina de um olho, que o deixou de fora dos ringues por quase de três anos.

Em 1987, em um dos duelos mais espetaculares de todos os tempos, Sugar venceu Marvin Hagler, por pontos, após 12 roundes e conquistou o título mundial dos médios. No ano seguinte, diante do canadense Donny Lalonde, ganhou dois títulos em uma mesma noite.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeSugar Ray Leonardabuso sexual

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.