Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Revezamento dá a única medalha do Brasil

No último dia do Mundial de Atletismo de Paris, o Brasil finalmente conseguiu uma medalha. E foi bronze, com o revezamento 4x100 metros masculino. A equipe formaca por Vicente Lenílson de Lima, Edson Luciano Ribeiro, André Domingos da Silva e Cláudio Roberto Souza fez o tempo de 38s26 e ficou atrás apenas dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha, respectivamente, ouro e prata.Mesmo desfacaldos de suas estrelas (Maurice Greene, Tim Montgomery e Jon Drummond), os EUA terminaram a prova com o tempo de 38s06. Assim, a equipe formada por John Capel, Bernard Williams, Darvis Patton e Joshua J. Johnson garantiu o tricampeonato mundial aos norte-americanos no revezamento. Já os britânicos, que tiveram Christian Malcolm, Darren Campbell, Marlon Devonish e Dwain Chambers, chegaram logo atrás, com 38s08.E o Brasil, que tinha deixado escapar o pódio no campeonato de Edmonton, em 2001, por causa da queda do bastão, conseguiu uma medalha inédita no Mundial. Esse bronze só comprova a força do revezamento 4x100m no País, pois os brasileiros já têm duas medalhas olímpicas na prova (bronze em Atlanta/1996 e prata em Sydney/2000).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.