Arquivo/AE - 5/5/2008
Arquivo/AE - 5/5/2008

Revezamento da tocha olímpica será doméstico

Chama percorrerá 13 mil quilômetros e 74 lugares na Grã-Bretanha ao longo dos 70 dias

AE-AP, Agência Estado

18 de maio de 2011 | 09h56

LONDRES - Os organizadores da Olimpíada de Londres divulgaram nesta quarta-feira a rota pela qual passará a tocha olímpica. No total, serão 74 destinos, pelos quais oito mil pessoas conduzirão a chama ao longo dos 70 dias de revezamento.

Preocupados com os protestos que interromperam o revezamento da tocha para os Jogos de Pequim, realizados em 2008, quando ativistas pediam a independência do Tibete, os dirigentes divulgaram que desta vez o evento acontecerá apenas em países próximos da Inglaterra, todos da Grã-Bretanha.

No total, serão quase 13 mil quilômetros percorridos por cidades como Manchester e Birmingham, na Inglaterra, Cardiff, no País de Gales, e Edimburgo, na Escócia. A capital irlandesa, Dublin, ainda pode ser incluída na rota.

"As pessoas usaram a tocha como uma oportunidade para protesto, quando deveria ser uma oportunidade para uma comemoração pacífica. Por isso o Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu tornar o revezamento apenas doméstico e acho que isso apenas beneficiará Londres e a Grã Bretanha", disse Craig Reedie, membro do COI.

O revezamento da tocha começará em um ano, em 18 de maio de 2012, com a chama olímpica sendo acesa na Grécia, como manda a tradição dos Jogos. No dia seguinte, o revezamento da tocha será em Cornualha, na Inglaterra, e só terminará na cerimônia de abertura, no Estádio Olímpico de Londres, no dia 27 de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.