Ricardinho afasta a "sombra" de Maurício

O levantador Ricardinho mostrou na Liga Mundial 2003 que não vive mais na ?sombra? de Maurício. Pela primeira vez em 14 anos, o experiente levantador de 35 anos foi escalado para ficar na reserva. Em seu lugar, com total apoio do técnico Bernardinho, Ricardinho assumiu a titularidade do grupo desde o início de uma competição e mostrou que não se intimida mais com os títulos olímpico e de campeão mundial que Maurício conquistou em 15 anos como titular absoluto - assumindo o posto de William, em 1988. Na fase final da Liga Mundial, Ricardinho foi eleito o segundo melhor levantador - atrás do italiano Marco Meoni. Na melhor fase da carreira, o brasileiro de 26 anos vai jogar a próxima temporada no Telemig/Minas, justamente na vaga que pertencia a Maurício, que por sua vez vai jogar no Montichiari, na Itália. Com 13 jogadores em condições para serem titulares, Bernardinho agora segue para a disputa do primeiro lugar nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, em agosto. Em Winnipeg/99, o Brasil perdeu a final para Cuba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.