Ricardo e Emanuel batem americanos e garantem ouro inédito

O vôlei de praia cumpriu suamissão nos Jogos Pan-Americanos sem muitos problemas econquistou o ouro no masculino e no feminino. Foi mais difícil do que se imaginava, mas a duplabrasileira atual campeã olímpica e mundial, Ricardo e Emanuel,conquistou neste domingo o inédito título do vôlei de praiamasculino para o Brasil. A dupla brasileira, que havia arrasado todos os adversáriosa caminho da decisão, venceu na final os norte-americanos HansStolfus e Ty Loomis por 21-19 e 21-13. "Hoje eu tenho muito orgulho de ser brasileiro, muitoobrigado por vocês estarem aqui", disse Emanuel. A dificuldade apresentada pela dupla dos Estados Unidos,especialmente no primeiro set, foi uma surpresa para osbrasileiros, já que os adversários não estão entre osprincipais times norte-americanos.No set inicial, Loomis e Stolfus chegaram a abrir quatro pontosde vantagem, causando apreensão na torcida que lotou a Arena deCopacabana, entre eles os ex-atletas olímpicos Giovane Gávio eOscar Schmidt. O empate do Brasil aconteceu em 16-16, e a partir de entãoa dupla brasileira conseguiu atacar com eficiência até fecharem 21-19. Com a vantagem, os brasileiros jogaram maistranquilos na parcial final e abriram frente de 16-8. Então foisó uma questão de tempo até a medalha de ouro. Na primeira vez que o vôlei de praia fez parte do programado Pan, em Winnipeg-99, Lula e Adriano perderam a final para oscanadenses Leinemann e Holden. Quatro anos depois, em SantoDomingo, foi a vez de Paulo Emílio e Luizão ficarem com amedalha de prata, após a derrota para os cubanos Alvarez eRossell.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.