Ricardo Gomes admite 'sufoco', mas festeja avanço do Botafogo e volta de Sassá

O Botafogo sofreu muito para confirmar favoritismo no jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil, na noite desta quinta-feira, no estádio Los Larios, em Duque de Caxias (RJ). Depois de vencer o Coruripe-AL por 1 a 0 no duelo de ida, fora de casa, a equipe carioca chegou a estar perdendo por 1 a 0 e só empatou o duelo aos 20 minutos do segundo tempo. Ao comentar a classificação, o técnico Ricardo Gomes reconheceu que a classificação veio na base do "sufoco".

Agência Estado, Estadão Conteúdo

29 de abril de 2016 | 09h14

O sofrimento foi grande também pelo fato de que, aos 39 minutos da etapa final, o time alvinegro teve Bruno Silva expulso e ficou com um homem a menos em campo. No finalzinho do confronto, aos 48 minutos, a equipe visitante quase marcou em chute de Candinho que passou rente à trave do goleiro Helton Leite, que substituiu Jefferson, poupado com o resto dos titulares que se preparam para o duelo de ida da final do Campeonato Carioca, domingo, contra o Vasco. Se marcasse naquele momento, o Coruripe eliminaria os botafoguenses, tendo em vista o maior peso dos gols fora de casa.

"O Coruripe jogou bem e conseguiu, com a superioridade numérica, envolver nosso time. Eu poderia estar aqui explicando o que não dá para explicar. Jogo de copa (de mata-mata) é diferente. É um adversário de qualidade, mas sem uma grande estrutura. Falei sobre isso com os jogadores antes da partida. Passamos um sufoco", admitiu Ricardo Gomes, em entrevista coletiva.

O gol salvador para o Botafogo no duelo desta quinta foi marcado por Sassá, que não atuava há seis meses por causa de uma cirurgia no joelho. E o treinador festejou o fato de que também passou a contar com o jogador como opção para as finais do Campeonato Carioca.

"O Sassá é um jogador que no ano passado foi muito bem, ajudou bastante. Agora, com essa recuperação da lesão, durante 15 dias treinou com a gente e foi muito bem preparado. Tenho de dar os parabéns a todo corpo médico do Botafogo. Temos ele agora para o Carioca, essa é a melhor notícia", comemorou.

Já na Copa do Brasil o próximo adversário do Botafogo será o Juazeirense, da Bahia, que eliminou o Cuiabá, nos pênaltis, na primeira fase da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.