Ricardo Mello é o primeiro brasileiro a entrar em ação

Com grandes esperanças de encerrar a má fase ? não vence uma primeira rodada de torneio desde setembro do ano passado -, Ricardo Mello vai ser o primeiro tenista brasileiro a entrar em ação no Brasil Open. Nesta segunda-feira, às 20h30, na quadra central da Costa do Sauípe (BA), ele enfrentará Juan Antonio Marin, da Costa Rica, com boas chances de dizer adeus às recentes frustrações.Os dois jamais se enfrentaram, mas Ricardo Mello tem condições de dar um fim ao jejum de vitórias. ?É muito incômodo entrar em quadra com esta lembrança?, admitiu o brasileiro. ?É uma pressão a mais, só que tenho de tentar esquecer isso tudo e jogar o meu tênis.?Para Ricardo Mello, a recente participação na Copa Davis, diante do Peru, na cidade de Ásia, foi muito importante para melhorar sua confiança e o astral. Afinal, transformou-se no herói do time brasileiro ao marcar o ponto decisivo, em condições bastante complicadas. Estava no quinto e último jogo, diante de Ivan Miranda e de uma torcida irritante e provocativa. ?Sem dúvida foi muito importante este resultado no Peru?, revelou.A programação desta segunda-feira do Brasil Open ainda terá os jogos decisivos do qualifying. Nenhum brasileiro conseguiu sequer chegar à fase decisiva do classificatório. Além de Ricardo Mello x Juan Antonio Marin, outros destaques do dia são os confrontos Mariano Zabaleta x Rasvan Sabau, Jiri Vanek x Albert Montañes e Fernando Vicente x Carlos Berlocq.Mas os principais tenistas do torneio jogam mesmo na terça-feira. Estarão em quadra o argentino Gaston Gaudio, o chileno Nicolas Massu e o espanhol Juan Carlos Ferrero, além dos brasileiros Flávio Saretta, Gustavo Kuerten, André Ghem, Marcos Daniel e André Sá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.