Ricardo Prado: 5 pontes no coração

O ex-nadador Ricardo Prado, de 38 anos, foi submetido a uma cirurgia cardíaca para a implantação de três pontes de artéria mamária e duas de safena, hoje, no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas (Incor), em São Paulo. Realizada pelo cirurgião Sérgio Almeida de Oliveira, a operação durou cinco horas e foi considerada um sucesso. O ex-recordista mundial dos 400 metros medley e medalha de prata na Olimpíada de 1984 recupera-se bem e após a cirurgia foi levado para a Unidade de Recuperação Pós-Operatória. A previsão dos médicos é a de que Prado seja transferido sábado pela manhã para um quarto normal, mas ainda não há previsão de alta. De acordo com boletim médico divulgado hoje à tarde pela Assessoria de Imprensa do Incor, a cirurgia foi realizada sem a utilização de circulação extracorpórea, ou seja, sem coração e pulmão artificiais. "Essa técnica vem sendo utilizada em várias operações atualmente e diminui muito os riscos de complicações durante e após a cirurgia", disse Sérgio Timerman, cardiologista que acompanha o ex-nadador. "O principal objetivo da cirurgia é evitar que o Ricardo tenha problemas cardíacos mais graves no futuro. De agora em diante, ele poderá levar uma vida normal, reassumindo todas as suas atividades. Porém, precisará ter mais rigor com sua alimentação e voltar a praticar esportes. São cuidados que qualquer pessoa que passa por uma cirurgia como esta deve adotar", afirmou Timerman. Em janeiro, Prado se submeteu a uma angioplastia para desobstruir várias artérias coronárias, após sofrer um infarto, em Dallas, nos Estados Unidos, onde fazia curso de especialização para treinadores. De volta ao Brasil, passou por uma série de exames de diagnóstico e avaliação clínica no Instituto do Coração, que indicaram a necessidade da cirurgia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.