Nilton Fukuda/ Estadão
Nilton Fukuda/ Estadão

Rio-2016 confirma Itaquerão e amplia prazo para ingressos

Arena receberá 10 jogos; pedidos de entradas vão até dia 6

MARCIO DOLZAN, Estadão Conteúdo

30 de abril de 2015 | 20h04

A cidade de São Paulo finalmente foi confirmada como uma das sedes do futebol nos Jogos Olímpicos de 2016. No início da noite desta quinta-feira, o Comitê Rio-2016 confirmou que a Arena Corinthians receberá 10 jogos de futebol na Olimpíada. Com isso, a entidade também decidiu prorrogar o prazo para solicitação de ingressos para a competição: em vez de encerrar às 23h59 desta quinta-feira, agora será possível pedir bilhetes até a próxima quarta, dia 6 de maio.

O estádio do Corinthians será palco de seis jogos do torneio feminino de futebol e quatro do masculino. Dentre as partidas marcadas para a arena em Itaquera, na zona leste de São Paulo, estão a disputa do bronze entre as mulheres e uma das semifinais do masculino.

Nesta quinta-feira, até então último dia da primeira fase de vendas de ingressos para os Jogos, o comitê registrou grande procura por bilhetes. De acordo com a entidade, mais de 35 mil ingressos por hora foram solicitados durante a tarde, o que dá uma média de 10 pedidos de entradas por segundo.

Nesta primeira etapa de comercialização, cerca de 4,5 milhões de bilhetes estão sendo disponibilizados aos brasileiros - de um total 7,5 milhões. Os ingressos desta fase podem ser comprados em até cinco vezes e os contemplados serão definidos em dois sorteios.

Apesar de não divulgar uma parcial de quantos pedidos de ingressos foram feitos, a assessoria do comitê informou na última quarta-feira que mais de 2 milhões de bilhetes já haviam sido solicitados até então. Vôlei e futebol lideram a preferência. Bastante concorridas, as cerimônias de abertura e encerramento - que possuem os ingressos mais caros da Olimpíada - poderão ter sua carga esgotada ainda nesta etapa de vendas. A próxima fase será em outubro.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio-2016Olimpíadafutebolcorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.