Rio garante criação de equipe de vôlei

Com as presenças do técnico Bernardinho, da seleção brasileira masculina de vôlei, e das jogadoras Fernanda Venturini e Leila, o prefeito Cesar Maia assinou nesta quarta-feira o contrato de parceria com o Rexona para a formação de um time feminino no Rio. A princípio, competirá ao poder público ceder o local de treinamento, ainda não determinado.O investimento de R$ 1,2 milhão que seria feito pela prefeitura para a formação da equipe não será utilizado pelo patrocinador Rexona/Ades. O dinheiro será aplicado em outras ações, como a organização de torneios.Bernardinho afirmou que ainda não decidiu se será o técnico da equipe. Ele também contou que o local de treinamentos permanece indefinido - várias instalações municipais estão sendo analisadas pelos diretores técnicos do novo Rexona/Ades/Rio de Janeiro."Estamos estudando o Miécimo (da Silva, em Campo Grande, zona oeste da cidada), mas ainda não temos nada acertado", disse Bernardinho. Além da equipe profissional de vôlei, a partir de 2005, vários projetos sociais serão desenvolvidos nas escolas municipais, como a formação de equipes de base.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.