Rio oferece cidades às delegações do Pan para adaptação

O Rio de Janeiro deu um ?presente? nesta quinta-feira aos países participantes dos Jogos Pan-Americanos de 2007 ao oferecer cidades do Estado, sem custo, para que eles façam a aclimatação às disputas, que ocorrerão entre os dias 13 e 29 de julho. Búzios, Cabo Frio, Magé e Rio das Ostras já aceitaram receber as delegações estrangeiras interessadas na benesse e pagarem por suas despesas de hospedagem e alimentação. O ato de delegações esportivas viajarem para cidades de uma sede olímpica, pan-americana ou até a países vizinhos de locais-sedes deste tipo de competição, próximo do início das disputas, é uma praxe. A diferença é que nunca um país-sede se ofereceu para o pagamento de todas as despesas. Este período de aclimatação é importante porque os atletas o utilizam para se adaptarem a fatores como clima, fuso horário e alimentação. ?É uma oportunidade para os municípios aparecerem. Mandamos uma carta para as cidades e, por enquanto, somente quatro responderam positivamente. Infelizmente, começamos a desenvolver essa idéia um pouco tarde?, disse o secretário estadual de Turismo, Esporte e Lazer, Eduardo Paes. ?Vai ser uma vitrine para esses municípios. Eles darão toda a infra-estrutura e vão ser beneficiados com a propaganda que os atletas farão depois.? De acordo com o secretário estadual de Turismo, Esporte e Lazer, que será o intermediário entre os municípios e as delegações, a previsão é a de o período de aclimatação ter início no mês de junho. Paes ainda contou que as cidades de Niterói e Teresópolis se manifestaram extra-oficialmente a favor da idéia. O secretário-Geral da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa) e presidente do Comitê Olímpico mexicano, Felipe Muñoz, aprovou a iniciativa carioca. No Rio, ele está no comando do encontro de chefes de missão, além de representar o presidente da entidade continental Mário Vasquez Ranã. ?É excelente para nós porque é importante nos aclimatarmos. Estou certo de que vários países vão aproveitar?, disse Munõz, que encerra nesta sexta o encontro dos 42 chefes de missão, dos países participantes do Pan-Americano do Rio. Durante três dias de reunião, eles tiraram todas as dúvidas com relação às disputas, fizeram sugestões e visitaram os locais de prova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.