Rio Open confirma duplas de Soares e Melo e garante chave complicada

Com as presenças das duplas de Bruno Soares e Marcelo Melo, a organização do Rio Open confirmou nesta terça-feira sua mais competitiva chave de duplas desde o início da competição, lançada em 2014. Ao todo, serão sete campeões de Grand Slam na chave, incluindo os próprios brasileiros.

Estadao Conteudo

07 Fevereiro 2017 | 15h54

Soares jogará ao lado do seu parceiro habitual, o escocês Jamie Murray, com quem se sagrou campeão do Aberto da Austrália e do US Open, no ano passado. Brasileiro e britânico terminaram a temporada passada como a melhor dupla do mundo.

Melo, por sua vez, segue atuando ao lado do polonês Lukasz Kubot, seu parceiro desde o início da temporada. Melo foi campeão de Roland Garros em 2015, com o croata Ivan Dodig. Kubot, por sua vez, venceu o Aberto da Austrália no ano anterior.

Outros destaques são os italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini, campeões do Grand Slam australiano em 2015, e os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, bicampeões do Rio Open. A chave terá ainda o uruguaio Pablo Cuevas, campeão de duplas em Roland Garros em 2008. Ele jogará com o espanhol Pablo Carreño Busta, vice do US Open do ano passado, contra Bruno Soares.

"Sem dúvida nenhuma é a chave de duplas mais forte da nossa história, liderada pelos brasileiros. Teremos disputas duríssimas, com muitos campeões de Grand Slam em ação. É um privilégio para o Rio Open recebê-los e um presente para o público", diz o diretor do torneio, Luiz Procópio Carvalho.

O Brasil terá mais um representante nas duplas no qualifying, com o experiente André Sá jogando ao lado do espanhol Tommy Robredo. Ao todo, serão dez duplas que entraram diretamente na chave principal e outras seis, que serão preenchidas por convites e quali.

Confira abaixo a lista de duplas confirmadas no Rio Open:

1 - Bruno Soares/Jamie Murray (BRA/GBR)

2 - Marcelo Melo/Lukaz Kubot (BRA/POL)

3 - Pablo Carreño Busta/Pablo Cuevas (ESP/URU)

4 - Juan S.Cabal/Robert Farah (COL/COL)

5 - Paolo Lorenzi/João Sousa (ITA/POR)

6 - Santiago Gonzalez/David Marrero (MEX/ESP)

7 - Simone Bolelli/Fabio Fognini (ITA/ITA)

8 - Julio Peralta/Horacio Zeballos (CHI/ARG)

9 - Nicholas Monroe/Artem Sitak (EUA/NZL)

10 - Andres Molteni/Diego Schwartzman (ARG/ARG)

Mais conteúdo sobre:
tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.