Rio recebe exposição gratuita sobre os Jogos Olímpicos

O Museu Histórico Nacional, no centro do Rio, recebe a partir desta sexta-feira parte do acervo do Museu Olímpico de Lausanne, na Suíça, em exposição gratuita até 1º de dezembro. A mostra interativa

TIAGO ROGERO, Agência Estado

11 de setembro de 2013 | 18h53

"Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte", organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), já passou por São Paulo e, depois do Rio, seguirá ainda para Brasília.

"É um acervo absolutamente diferente do que as pessoas estão acostumadas: todas as tochas olímpicas, medalhas, as mascotes e equipamentos esportivos de todos os esportes que compõem o programa", disse a diretora cultural do COB, Christiane Paquelet.

Entre os cerca de 300 itens, há raridades como as luvas de boxe do norte-americano Sugar Ray Leonard (campeão olímpico em Montreal/1976), o uniforme do tenista suíço Roger Federer (vencedor em Pequim/2008), as sapatilhas de prego do brasileiro Adhemar Ferreira da Silva (medalha de ouro no salto triplo em Helsinque/1952 e Melbourne/1956) e um quimono de Sarah Menezes, primeira mulher brasileira campeã olímpica no judô, nos Jogos de Londres, em 2012.

"Há também um rascunho de Pierre de Coubertin (fundador dos Jogos Olímpicos da era moderna) sobre a criação do Comitê Olímpico Internacional (COI), na Universidade Sorbonne, em Paris", revelou Christiane Paquelet.

A exposição é dividida em nove módulos: Jogos da Antiguidade, O Sonho de Coubertin, Acendendo a Tocha, Cerimônias, Esportes e Medalhas, Mascotes, Rio/2016, Memorabilia e Time Brasil. No setor "Rio/2016", segundo Christiane Paquelet, o público vai interagir, em "touch screen", com o projeto dos Jogos Olímpicos na cidade. "As pessoas também vão ter oportunidade de tirar foto com a logomarca dos Jogos, que pela primeira vez é uma escultura", disse a diretora cultural do COB.

Em São Paulo, 25 mil pessoas viram a exposição, instalada no prédio da FIESP. O COB espera superar esse público no Rio. Ao menos por ora, não há previsão de passar por novas cidades depois que a mostra estiver em Brasília.

Tudo o que sabemos sobre:
OlimpíadaCOICOBRio2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.