Fabrizio Prandini/Divulgação
Fabrizio Prandini/Divulgação

Robert Scheidt e Bruno Prada mantêm 100% e se aproximam de vaga

Atuais campeões mundiais, eles estão cada vez mais perto de garantirem a classificação olímpica

AE, Agência Estado

08 de fevereiro de 2012 | 20h30

BÚZIOS - Atuais campeões mundiais, Robert Scheidt e Bruno Prada estão cada vez mais perto de garantirem a classificação deles para a Olimpíada de Londres na classe Star. A dupla medalhista de prata nos Jogos de Pequim venceu a única regata do dia na Semana Brasileira de Vela, em Búzios (RJ), e chegou à quinta vitória em cinco regatas, com apenas cinco pontos perdidos. Restam ainda outras seis etapas até o fim da competição.

Scheidt e Prada conquistaram a vaga olímpica para o Brasil na Star durante o Mundial de Vela de Perth (Austrália), em dezembro passado. Para se garantirem como o barco brasileiro em Londres, eles precisam vencer também a Semana Brasileira de Vela. Caso a competição nacional tenha uma outra dupla como campeã, o desempate acontecerá no Troféu Princesa Sofia em Palma de Maiorca, na Espanha, em março. O mesmo vale para as demais classes.

Nesta quarta-feira, os ventos fracos obrigaram que uma das duas regatas programadas para a Star fosse cancelada. "O vento estava oscilando muito, o que dificulta a regata. Não conseguimos largar em primeiro, montamos a primeira boia no contravento em terceiro. Foi uma regata de recuperação. No final, conseguimos vencer", explicou Bruno Prada.

A dupla líder do ranking mundial da Star, porém, não é a única muito perto da classificação olímpica. Na Finn, Jorge Zarif também tem cinco vitórias em cinco regatas e deve confirmar o segundo ponto dele na seletiva olímpica. Bimba, na RS:X Masculina tem seis vitórias, 100% de aproveitamento, e deve estar mais uma vez nos Jogos Olímpicos.

Na 470 Feminino a disputa é mais emocionante. Só dois barcos disputam a Semana de Vela nesta classe, ambos com medalhistas olímpicas. Fernanda Oliveira e Ana Barbachan venceram a única regata do dia, chegaram à quinta vitória e mantiveram os 100% de aproveitamento. Isabel Swan, que faturou o bronze em Pequim ao lado de Fernanda, chegou a cair na água depois de uma manobra e a dupla dela com Martine Grael não conseguiu se recuperar na regata.

Isabel e Martine foram as responsáveis pela conquista da vaga olímpica brasileira na 470 Feminino. Assim, a menos que elas vençam todas as próximas seis regatas em Búzios, o desempate contra Fernanda e Ana será no Princesa Sofia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.