Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Nic Bothma/ EFE
Nic Bothma/ EFE

Robert Scheidt é vice-campeão em evento nas Bahamas

Velejador perdeu a grande decisão da SSL Finals por diferença mínima

Estadao Conteudo

09 de dezembro de 2017 | 19h26

O velejador Robert Scheidt terminou a SSL Finals, uma competição da classe Star disputada em Nassau, nas Bahamas, com o vice-campeonato. Neste sábado, o multicampeão e o seu proeiro Henry Boenning, o Maguila, venceram as semifinais do evento, mas perderam a grande decisão por diferença mínima.

+ Conheça os vencedores da 40ª edição da Pesquisa Estado

Scheidt e Maguila acabaram ficando atrás dos campeões, o britânico Paul Goodison e o alemão Frithjof Kleen pela diferença de menos de um barco. Pelo equilíbrio da competição e também pelo resultado obtido após menos de um mês de treinos ao lado de Maguila, o bicampeão olímpico se declarou satisfeito com a conquista da medalha de prata.

"Nunca havia disputado uma regata decisiva com final tão dramático, mas foi bom ver um novo vencedor para a competição, um velejador da classe Laser. As outras três duplas da regata final já haviam chegado ao pódio. Esta edição da SSL Finals foi a de nível mais elevado que já disputamos. Vários campeões mundiais e medalhistas olímpicos ficaram fora das regatas eliminatórias. Goodison e Kleen mereceram o título, mas estou muito feliz com o resultado. Agora vou me dedicar a barcos maiores na Europa, mas não vou deixar a Star, é minha paixão", afirmou.

A SSL Finals foi a primeira competição de Scheidt após o anúncio de que desistiu de buscar uma vaga na Olimpíada de 2020. E como foi o segundo colocado na fase de classificação, ele entrou direto nas semifinais, quando triunfou. Na final, então, ficou na segunda posição, com os norte-americanos Mark Mendelblatt e Brian Fatih completando o pódio, em terceiro lugar.

Os outros brasileiros que participaram da SSL Finals não tiveram sucesso. Lars Grael/Samuel Gonçalves ficou em 12º lugar, Bruno Prada e o suíço Freddy Loof terminaram em 13º, Arthur Lopes formou dupla com o alemão Hubert Merkelbach e foi o 19º, enquanto Torben Grael/Guilherme de Almeida finalizou o evento na 22ª colocação.

Scheidt foi campeão da SSL Finals em 2013, com Bruno Prada, sendo que eles ficaram em quinto no ano seguinte. Em 2016, conquistou o bronze em dupla com Maguila.

Tudo o que sabemos sobre:
VelaRobert Scheidt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.