Nic Bothma/ EFE
Nic Bothma/ EFE

Robert Scheidt fatura medalha de prata na SSL Finals

Ao lado do proeiro Maguila, velejador brasileiro chegou à final por conta da boa campanha que fez na fase classificatória

Estadão Conteúdo

08 Dezembro 2018 | 21h50

O velejador brasileiro Robert Scheidt e o seu proeiro Henry Boening, o Maguila, ficaram com a medalha de prata na Star Sailors League Finals 2018, neste sábado, na sede no Nassau Yacht Club, nas Bahamas. Com o resultado, o bicampeão olímpico repete o resultado da prova do ano passado.

Scheidt e Maguila chegaram à final como favoritos em razão da boa campanha realizada na fase classificatória, finalizada na sexta-feira. Eles eram os líderes do campeonato, o que garantiu a vaga direta na decisão da prova, sem precisar disputar as quartas de final e as semifinais. Mas, na disputa decisiva, finalizaram em segundo lugar.

Só ficaram atrás de outro barco brasileiro, liderado Jorge Zarif e Pedro Touche, que também foram os mais rápidos nas quartas e nas semifinais. Lars Grael e Samuel Gonçalves terminaram em nono lugar, enquanto Arthur Lopes, proeiro do norte-americano Paul Cayard, finalizou em oitavo. Bruno Prada, ex-parceiro de Scheidt e proeiro do americano Augie Diaz, ficou em 15º lugar.

"O Jorginho (Zarif) estava muito mais rápido. Ganhou duas regatas com bastante vantagem e, na final, largou melhor. Depois que ele e o Pedro (Touche), abriram, minha preocupação e do Henry passou a ser não deixar que o Negri nos ultrapassasse", explicou o maior medalhista olímpico da história do Brasil, com cinco pódios.

"Claro que queria o título, mas estou muito feliz com o resultado e com o ano, pois fiz de tudo um pouco. Velejei em várias classes e, embora não tenha ganhado tudo que disputei, fiz bons resultados", comentou o bicampeão olímpico.

 
Mais conteúdo sobre:
Robert Scheidtvela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.