Robert Scheidt vai lutar para ser o 1º tri olímpico do Brasil

Ao lado de Bruno Prada, velejador garantiu ontem, na Semana Brasileira de Vela, a participação nos Jogos de Londres

VALÉRIA ZUKERAN, O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2012 | 03h08

Está confirmado: Robert Scheidt está oficialmente garantido nos Jogos de Londres, onde poderá ser o primeiro brasileiro tricampeão olímpico. A confirmação da vaga na classe Star veio ontem, na Semana Brasileira de Vela, em Búzios. Ao lado de Bruno Prada, o velejador garantiu os pontos que faltavam para vencer a disputa em águas fluminenses.

Pelas regras da Confederação Brasileira de Vela e Motor, as vagas olímpicas seriam decididas pelos resultados no Mundial de Perth (AUS), na Semana Brasileira de Vela, e em caso de empate, no Troféu Princesa Sofia, na Espanha. Como Scheidt e Prada venceram as duas competições, carimbaram o passaporte.

Classificação para os Jogos é algo que já faz parte da rotina de Scheidt. Disputará sua quinta olimpíada, então a preocupação é como chegar a Weimounth, local das provas de vela, nas melhores condições. "Segunda-feira tenho reunião com o pessoal do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), para conversar sobre o necessário até os Jogos", disse.

A programação elaborada no fim do ano será mantida e a principal competição de Scheidt e Prada antes de Londres será o Mundial de Star, na França, em maio.

Também se classificaram para Londres Ricardo Winicki, o Bimba (RS:X), Patricia Freitas (RS:X), Adriana Kostiw (Laser Radial), Bruno Fontes (Laser) e Jorge Zarif (Finn). A classe 470 feminina terá desempate na Espanha e o Brasil ainda busca vaga na 49er e na 470 masculina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.