Robinho faz gol de falta na estréia

Mas o Chelsea do técnico Felipão vence o Manchester City por 3 a 1

O Estadao de S.Paulo

14 de setembro de 2008 | 00h00

Robinho acertou o pé em sua estréia na divisão de honra da Inglaterra, a Premier League, marcou um gol de falta, mas quem fez a festa foi o Chelsea do técnico Luiz Felipe Scolari, que venceu o Manchester City, de virada, por 3 a 1, e se manteve na liderança do Campeonato Inglês, com 10 pontos. O Manchester City segue com seis, agora em quinto lugar. O craque brasileiro, contratado por 40 milhões ao Real Madrid, surpreendeu ao bater uma falta com categoria e abrir o placar , aos 13 minutos de jogo. Mas o seu time não soube aproveitar a vantagem de atuar em casa, tomou a virada e ficou devendo à torcida, que, empolgada com a perspectiva de derrubar o favorito, compareceu em peso ao estádio City of Manchester. O time da casa lutou muito, mas nem soube aproveitar o fato de ficar com um jogador a mais no segundo tempo, quando o zagueiro Terry foi expulso, após uma falta no atacante brasileiro Jô. Mas a essa altura o Chelsea já tinha virado o jogo, com gols de Ricardo Carvalho, Lampard e Anelka.Para Robinho, a estréia acabou sendo positiva, por causa do gol. Mas, ainda desentrosado, não rendeu tudo o que poderia. O técnico Mark Hughes, porém, ficou satisfeito com o que viu. "As pessoas geralmente não entendem seu estilo de jogo. Foi difícil para ele porque, apesar de jogar muito futebol, chegou praticamente ontem e já está atuando na Premier League. Foi importante para ele ir se adaptando", disse o treinador do Manchester City. "Fiquei deliciado pela contribuição de Robinho à equipe. Ele criava algo positivo toda vez que ele tinha a bola nos pés. Além disso, fez um lindo gol", elogiou o técnico. Já o Liverpool pôs fim a um jejum de sete anos sem vencer o Manchester United no Estádio Anfield Road. Com o apoio da torcida, fez 2 a 1 no rival e chegou aos 10 pontos, em quatro jogos, ao lado do Chelsea. Os atuais bicampeões têm apenas quatro, mas um jogo a menos.Sem Cristiano Ronaldo, que ainda se recupera de contusão no tornozelo direito (passou por cirurgia no dia 7 de julho), o Manchester deu a impressão de que sairia de Liverpool novamente com um bom resultado. O argentino Tevez, logo aos três minutos, fez 1 a 0.Mas, empurrado pela torcida, o Liverpool não se assustou com o gol e foi em busca do empate. O experiente goleiro Van der Sar bobeou e ajudou os donos da casa, ao espalmar a bola em cima do zagueiro Brown: a bola foi parar no fundo do próprio gol: 1 a 1, aos 27 minutos.Em outra falha, do Manchester, o Liverpoool virou o jogo: Kuyt rolou a bola para Babel fazer 2 a 1, aos 31 do 2º tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.