Robinho: ''Pelé se equivocou''

Atacante continua magoado, mas desiste de processo

Eduardo Maluf, O Estadao de S.Paulo

26 de março de 2009 | 00h00

Os jogadores desceram para o treino na Granja Comary e a assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou que Robinho daria entrevista coletiva após as atividades. A aposta era de que o atacante pediria desculpas a Pelé por ter cogitado processá-lo no dia anterior. O teor de seu discurso, no entanto, não foi tão ameno. O jogador disse que "Pelé se equivocou", mas, por outro lado, deixou claro que vai desistir de ação na Justiça."O Pelé acabou falando umas coisas, ele se expressou mal", declarou Robinho, no início da noite de ontem, com certa irritação ao abordar o tema. "Eu nunca tive problemas com drogas, caso contrário, não estaria aqui", prosseguiu. "Mas está tudo resolvido", garantiu.A polêmica teve início na terça-feira, quando o astro do Manchester City divulgou comunicado por meio do qual disse que queria explicações de Pelé. O motivo? Na semana passada, Pelé criticou alguns jogadores que não teriam, em sua opinião, comportamento exemplar. Falou sobre drogas ao citar Maradona e mencionou, também, Robinho e Ronaldo, que têm fama de gostar demais das noitadas.O Rei negou ontem ter se referido a Robinho como usuário de drogas. "Mudaram o que disse, foi coisa de jornal que precisa vender."Robinho ainda respondeu sobre sua má fase na Inglaterra, onde vem recebendo críticas. "É normal, dizem que jogo melhor na seleção, mas aqui tenho Kaká, Ronaldinho, Luís Fabiano..."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.