Divulgação
Divulgação

Robson Conceição tenta se motivar para luta que vale vaga olímpica

Atleta confessa que está desmotivado após polêmica derrota na semifinal para Albert Selimov, do Azerbaijão, no Mundial de Boxe

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

14 de outubro de 2015 | 17h37

O brasileiro Robson Conceição terá de superar o baixo astral para levar a melhor na luta desta quinta-feira, pelo Mundial de Boxe, contra o usbeque Elnur Abduraimov, em duelo que vale uma vaga olímpica. Ele ainda não engoliu a eliminação polêmica na semifinal da competição. "Estou um pouco desmotivado, pelo fato de ter perdido a luta da forma que perdi. Mas lutarei como sempre, com toda garra e determinação", disse.

Os dois atletas perderam na semifinal, ganharam a medalha de bronze (não existe disputa do terceiro lugar), mas vão medir forças pela vaga para os Jogos Olímpicos do Rio na categoria até 60kg. A final será entre Albert Selimov (Azerbaijão), que ganhou do brasileiro, e Lazaro Alvarez (Cuba). "Infelizmente não posso fazer nada. Então tenho de tentar me impor, levantar a cabeça e seguir em frente", afirmou Robson.

Em seu duelo com Selimov, o brasileiro chegou a abrir um corte no supercílio do rival, dominou o terceiro round, mas a arbitragem não viu a vitória do pugilista baiano. Agora, ele vai jogar suas fichas para ampliar as vagas do Brasil em 2016 - a seleção masculina já tem cinco garantidas por ser país-sede. "O adversário é perigoso. Não conheço ele, nunca o enfrentei, mas se ele chegou até a semifinal é prova de que é um bom lutador."

Tudo o que sabemos sobre:
Rio 2016boxeRobson Conceição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.