Robson Conceição vence e vai à final do Mundial de Boxe

Robson Conceição já tem garantida pelo menos a medalha de prata no Mundial de Boxe de Almaty (Casaquistão). No dia em que completou 25 anos, o baiano chegou ao melhor momento da carreira ao vencer o italiano Domenico Valentino, nesta sexta-feira, na semifinal do peso leve no Mundial. Mais cedo, Everton Lopes ficou com o bronze no meio-médio ligeiro.

AE, Agência Estado

25 de outubro de 2013 | 11h08

Em ótima forma, bem adaptado às novas regras do boxe (pontuação subjetiva por round e luta sem capacete), Robson foi praticamente perfeito contra Domenico Valentino, experiente lutador italiano que, com o bronze conquistado em Almaty, chega à sua quinta medalha seguida em Mundiais.

A partir deste Mundial, três árbitros apontam os vencedores dos rounds com notas de 0 a 10. E dois deles viram vitória por 10 a 9 de Everton no primeiro assalto - apenas o juiz argentino deu 10 a 9 para o italiano.

Determinado, Robson andou para frente, mostrou velocidade, e venceu também o segundo round, de forma unânime. Assim, Valentino precisava derrubar o brasileiro no último assalto para vencer a luta. Faltou perna, porém. Robson estava melhor preparado, levou a melhor também no round decisivo, e fechou a luta com vitória por unanimidade por pontos.

Eliminado na primeira luta nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos, Robson vai encarar na decisão do Mundial o cubano Lázaro Estrada, que lutava numa categoria abaixo e subiu de peso este ano. No galo, ele foi campeão pan-americano e mundial em 2011 e medalhista de bronze nos Jogos de Londres/2012.

Se Robson vencer a final, domingo, o Brasil vai igualar o resultado que teve no Mundial de Baku (Azerbaijão), em 2011, o melhor da história do País no boxe amador, quando ganhou ouro com Everton Lopes e bronze com Esquiva Falcão.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeMundial de BoxeRobson Conceição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.