Rodrigo Pessoa começa luta pelo tetra

Para o cavaleiro Rodrigo Pessoa, um bom resultado na Copa do Mundo, que acontece de quinta a domingo, em Leipzig, na Alemanha, pode significar não apenas o quarto título da competição de países mais importantes do calendário internacional indoor, mas também o retorno à liderança do ranking da Federação Eqüestre Internacional (FEI). Atualmente, o brasileiro é o segundo colocado, atrás do alemão Ludger Beerbaum."Ludger tem a vantagem de defender menos pontos porque não foi muito bem em 2001. A Copa será decisiva, pois os cavaleiros mais bem colocados no ranking estão aqui e ninguém pensa em perder", explicou Rodrigo Pessoa.Ambientar a montaria ao picadeiro coberto e à pista de Leipizig foi o objetivo do cavaleiro brasileiro nesta quarta-feira, ao saltar a prova de adaptação com Mercedes-Benz Baloubet du Rouet. A partir de quinta-feira, ele tentará o tetracampeonato da Copa do Mundo e, assim, recuperar o título que, no ano passado, ficou com o suíço Markus Fucks - Rodrigo Pessoa foi vice em Gotemburgo, após vencer, em seqüência, as três edições anteriores da competição.Nesta quarta-feira, com Baloubet, Rodrigo Pessoa deu poucos saltos na pista, escolhendo a melhor seqüência de obstáculos, sem preocupação com os resultados. "Foi tudo bem tranqüilo, o cavalo está pronto para a prova desta quinta-feira", garantiu o cavaleiro de 29 anos, atual campeão mundial de saltos - título que conquistou em Roma, em 1998, e que terá de defender este ano, em Jerez de La Frontera, na Espanha, em setembro.Em Leipzig, Rodrigo Pessoa sabe que encontrará pistas ?exigentes? e um programa difícil. Uma prova de velocidade, em que o conjunto precisa correr em busca do menor tempo, sem cometer faltas (derrube de obstáculos), abre o programa. "Será a primeira prova do campeonato. Pelo que estou vendo, todos estão muito bem preparados e a competição vai ser dura até o final."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.