Rodrigo Pessoa usa Baloubet em Paris

O cavaleiro Rodrigo Pessoa disputa, de sexta a domingo, o Concurso Internacional de Saltos Paris-Bercy ? o destaque será, na verdade, a volta do cavalo sela francesa Baloubet du Rouet, que não saltava há quase três meses. Baloubet, que refugou nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, tirando de Rodrigo a medalha de ouro individual, recusou-se a saltar obstáculos mais duas vezes na última temporada. Os incidentes, no entanto, não abalaram a confiança de Rodrigo no animal. O cavaleiro conhece de sobra as qualidades de Baloubet e dá início à preparação do cavalo, avaliado em R$ 5 milhões, para a Copa do Mundo de Leipizig, na Alemanha, de 1º a 5 de maio. Baloubet, que passou uma temporada longe das competições, saltou com Rodrigo no último fim de semana, na Bélgica, uma prova fraca, apenas de avaliação. ?O Baloubet está em boa forma, mas agora vamos a Paris com o objetivo de retomar o ritmo para provas mais fortes e competitivas?, afirmou o cavaleiro brasileiro, que prefere não falar em resultados na França. Seu interesse é ter Baloubet totalmente preparado para a Copa do Mundo ? Rodrigo é tricampeão do torneio e foi vice no ano passado. Em Paris, Rodrigo, que ocupa o segundo lugar no ranking mundial da Federação Eqüestre Internacional (atrás do alemão Ludger Beerbaum e na frente do belga Ludo Philippaerts), vai competir contra os melhores cavaleiros em um torneio que ainda é seletivo para a Copa do Mundo. Além de seu cavalo principal, o brasileiro levou para Paris Tailor Made e a égua Bianca.

Agencia Estado,

06 Março 2002 | 18h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.